O tempo não passou para os meninos do Duran Duran

Por Caroll Almeida, direto de Paulínia

Um túnel do tempo no SWU Music & Arts Festival 2011 direto para os anos 80. Essa foi a sensação de quem viu o grupo britânico Duran Duran na noite deste domingo. Com o figurino praticamente igual ao dos saudosos anos, a banda abriu a apresentação com “Planet Earth” e prosseguiu com músicas do recente álbum.

As baladas “Come Undone” e “Ordinary World” (esta última dedicada a quem promove mudanças no planeta) emocionaram os fãs, que não conseguiram conter as lágrimas nem na animada “The Reflex”. Nela, Simon Le Bom, líder e vocalista se infiltrou no meio da galera e perguntou:

- Você sabe cantar?

O fã disse que “sim” e cantou a introdução de um dos clássicos do grupo, fazendo deste um dos shows mais interativos do festival até agora. “Que tal colocar todo mundo para dançar?”, perguntou o vocalista antes de dizer a palavra mágica: “no-no-notorious”.

Ok, faltou “Save a Prayer” no set list, o que não fez da apresentação menos memorável. O tempo, definitivamente, não passou para o Duran Duran.

This entry was posted in Notícias FESTIVAL and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.