Marina Silva

Há quatro anos, a ex-senadora Marina Silva foi eleita pelo jornal inglês The Guardian como uma das 50 pessoas que podem salvar o planeta.  Com quase 30 anos de vida pública, já foi vereadora, deputada estadual, senadora e ministra do Meio Ambiente no governo Lula. Reconhecida por seu trabalho em defesa dos recursos naturais e do desenvolvimento sustentável, teve como uma de suas maiores conquistas o Plano de Ação para Prevenção e o Controle do Desmatamento da Amazônia Legal, que contou com o esforço integrado de 14 ministérios. Graças ao projeto, o ritmo de desmatamento da Amazônia caiu 57% em três anos, passando de 27 mil km² para 11 mil km² ao ano. Mais de 1500 empresas ilegais foram desmanteladas e 700 pessoas foram presas.

Em 2007, no mesmo ano em que recebeu o destaque do jornal The Guardian, Marina Silva também conquistou o Champions of the Earth, principal prêmio da ONU na área ambiental. Logo depois, ganhou a medalha Duque de Edimburgo, diretamente das mãos do príncipe Philip, da Inglaterra, em reconhecimento à sua trajetória e luta em defesa da Amazônia brasileira. Há dois anos, foi homenageada em Oslo, Noruega, com o prêmioSophie, da Sophie Foundation, concedido a pessoas e organizações que se destacam nas áreas ambientais e do desenvolvimento sustentável.

 

Compartilhar