Velhas cabines telefônicas viram bibliotecas comunitárias

As 13.659 obsoletas cabines telefônicas de Nova York vão ganhar uma nova função. Com a intervenção do arquiteto John Locke, as cabines vão se transformar em bibliotecas públicas.

Com apoio do Departamento de Melhoramento Urnano, Locke instalou prateleiras com divisórias dentro de algumas cabines e encheu de livros, que foram doados por moradores.

A ideia é estimular a leitura entre os nova-iorquinos e a troca de livros. Cada cidadão que pegar uma obra na cabine-biblioteca tem o “dever” de doar um outro livro de sua coleção pessoal.

Infelizmente, não foi bem assim que aconteceu na primeira biblioteca instalada. Os livros foram levados em menos de 6 horas (e não foram repostos) e as prateleiras de madeira foram vadalizadas.

Para evitar que o incidente se repita, uma nova mini-biblioteca foi instalada, mas dessa vez em um local mais movimentado, na Rua 96, perto de transportes públicos e da Broadway. Um aviso também foi afixado na cabine, pedindo que os leitores doem um livro quando retirarem um da biblioteca comunitária.

This entry was posted in Intervenções, Viva o planeta. Bookmark the permalink.