Repreendido na escola por gostar de rock, garoto de 8 anos quer montar uma banda

Marcelo exibe os ingressos antes de entrar para o show do Iron Maiden

Marcelo Corrêa Carvalho, de 8 anos, era apenas um garoto que amava os Beatles, os Rolling Stones, o Iron Maiden e as peças do Lego. Uma vida normal, até que a diretora da sua antiga escola decidiu dizer a Marcelo que as bandas que ele ouvia eram satânicas e que, por isso, ele deveria parar de adorar “aquele tipo de coisa”.

O garoto se assustou com as imagens mostradas pela mulher e a mãe resolveu tirá-lo da escola nesta semana. Agora, livre para gostar do que quiser, Marcelo, que tem o sonho de montar uma banda, quer cada dia mais se dedicar ao que de fato importa para ele: música e a querida guitarra.

O Portal SWU conversou com o menino que, enquanto segurava o telefone com o ombro, dedilhava sua guitarra ao mesmo tempo em que respondia as perguntas. Confira!

Qual a primeira música que você ouviu e pensou: “nossa, que legal!”?

Marcelo: Ah, foi “Yellow Submarine”, dos Beatles. Quando eu era pequeno eu ganhei esse DVD, então essa foi a primeira música que eu gostei muito.

Mas você gostou da música ou do desenho?

Gostei dos dois (risos).

E a paixão pelo Iron Maiden? Surgiu quando?

Eu conheci a banda com o videogame Tony Hawk’s Pro Skater. Nesse jogo tem a música “The Number of the Beast”. Aí, perguntei para o meu avô, que também gosta muito de rock, e ele me disse de quem era. E quando eu morava em Brasília fiz minha mãe me levar ao show. Foi quando eu gostei mais ainda. Depois, acabei comprando um DVD deles.

E o Black Sabbath? Quem te mostrou essa banda?

Essa foi quando eu vi o filme Iron Man, gostei muito dessa música e meu avô também me falou mais da banda. Queria ter ido ao show dele (Ozzy Osbourne) em Brasília também.

Seu avô te mostra muita coisa de rock, né?

Sim. Ele também que me ensinou a gostar de Rolling Stones e The Who.

Você só gosta de rock?

Ah, nunca gostei de sertanejo, essas outras coisas. Mas gosto de pop. Gosto do Michael Jackson.

Há quanto tempo você toca guitarra?

Tem uns dois meses e meio que eu comecei aulas com um professor de guitarra. Mas antes, quando eu ganhei, eu ficava tentando sozinho. E eu também tenho um violão elétrico.

De quem você ganhou os instrumentos?

O meu padrasto me deu o violão. A guitarra eu pedi para o Papai Noel e ganhei!

E qual o seu maior ídolo? Quem você gostaria de encontrar e tirar uma foto, por exemplo?

Ih, não dá pra tirar foto com quem já morreu. Meu maior ídolo é o Jimi Hendrix, porque eu gosto das músicas e do jeito que ele tocava guitarra.

E um ainda vivo?

Qualquer integrante do Iron Maiden.

Você ficou muito triste com o episódio na sua escola?

Fiquei um pouco triste porque ela disse que eles eram demoníacos e que sacrificavam animais. Mas aí eu disse pra ela do Paul McCartney, que ele é vegetariano e defende os bichos, mas ela continuou me mostrando umas imagens.

Mas você não vai parar de gostar de música por conta disso, vai?

Nunca. Nunca vou parar. Música é o que eu mais gosto e eu estou aprendendo guitarra porque um dia eu ainda vou ter minha banda. É meu sonho.

Caroll Almeida

This entry was posted in Música. Bookmark the permalink.

190 comentários em Repreendido na escola por gostar de rock, garoto de 8 anos quer montar uma banda

  • Igor

    agosto 5, 2011

    nota-se que gostar de rock é ser diferenciado se fosse alguem que gostesse de outro genero talvez só choraria mas ele teve atitude, teve argumento algo que quem é do rock sabe o que é e a visão de mundo que tem, vendo que essa diretora não tem, talvez os filhos na idade de 8 anos ainda ouvem musicas da xuxa, e bandas sem a maior contribuição e bagagem cultural.

    Responder
  • Laísa

    agosto 5, 2011

    Qual é a dessa diretora preconceituosa? O quê, ela quer ensinar os alunos a não terem opinião própria, desistir do que querem e deixar os outros influenciarem suas decisões e o q gostam?
    É isso aí Marcelo! Não deixe essa vaca te abalar não! Ouça o que você gosta e não o que os outros querem q você goste, você tem rock no coração, espero que realize seu sonho.

    Responder
  • NOT

    agosto 5, 2011

    Essa diretora é uma grande Idiota e,não sabe o que é música de qualidade.Tá bom ela ir procurar um médico.

    Responder
  • Nara Calachi

    agosto 5, 2011

    Eu sou a mãe do Marcelo, escrevi uma nota sobre o que acho disso tudo, o Marcelo sempre foi uma criança especial, e não foi induzido a gostar de rock, os pedidos partiram dele, e fizemos o possível para que ele fosse atendido nas suas necessidades, se ele foi influenciado em algum momento, foi quando tinha dois anos e ganhou o DVD dos beatles…e ai ele quis assisti-lo milhoes de vezes…O the who, ouviu de um vizinho e se interessou…ele sempre perguntou que música é essa, de quem é, pediu cds, instrumentos, até no show do Iron, ele me implorou pra assistir…O MAIS INTERESSANTE É QUE HOJE ELE ME DISSE, SABE MAMÃE EU QUIS TOCAR QUANDO A GLOBO VEIO AQUI, PORQUE MEU SONHO É TOCAR NA TV, MAS QUERIA TOCAR PORQUE SOU BOM, E NÃO PORQUE ELA FEZ ISSO DE ERRADO COMIGO. Inteligente ou não, ele é uma criança, que tem sua ingenuidade e ela tentou tirar isso dele…Mostrou um mundo feio e perverso, coisas que um dia provavelmente ele viesse a conhecer, na idade certa para assimilar… Eu sou louca pelo meu filho! E o incentivaria se quisesse ser pintor, bailarino ou tocador de pagode, ainda bem que ele gosta de rock! Aprendi a gostar com ele…Não conheço a traduçao de todas as músicas que ele escuta realmete, mas..ele gosta da batita, do ritmo, do timbre! Ninguém é agressivo ou bonzinho pelo estilo musical adotado…ela como diretora poderia chamar a atenção dele, por estar batucando na mesa…mas quem nunca atrapalhou uma aula?! Estou com meu filho, hoje e sempre, e agradeço muito os comentários das matérias publicadas, que o incentivaram e me ajudaram a mostrar a ele, que isso é somente a fé dela e não a realidade! Vou postar um link dele tocando! Valeu galeraaa

    Responder
  • Marcus Hill

    agosto 5, 2011

    É sacanagem fazer isso com uma criança, que apesar de descolada como o nosso jovem amiguinho Marcelo. MAs o que esta professora fez foi somento mostrar a ignorância das pessoas. esta ignorância graças a Deus é uma grande propaganda para nos Headbangers. Afinal como disse o nosso querido Tom Araya do Slayer o que seria do metal sem o cristianismo. Pra terminar a secretaria de educação do DF deveria parar de sacanagem e de robaleira e afastar esta péssima orientadora!

    Responder
  • Eliz Machado

    Eliz Machado

    agosto 5, 2011

    Garoto Rock in”roll esse,quem dera os adolescentes de hoje tivessem essa inteligencia cultural de um garoto de 8 anos.Ao emves de curtir restart, nxzero,passar a ouvir rock de verdade…

    Responder
    • Klári

      agosto 7, 2011

      É como um amigo me disse:

      Antigamente, coco era marrom. Hoje em dia é colorido.

      Responder
  • Antonio Carlos Mattar Munhoz

    agosto 5, 2011

    Já estive na pele desse gurí, acho que estou na pele dele até hoje, com 28 anos. Mas a mensagem para isso, Ozzy já deixava em 1981.

    You can´t kill rock´n´roll

    How many times can they fill me with lies and I listen again
    Twisting the truth and they’re playing around with my head, O.K.
    The things they will do and the things they will say when they don’t really understand
    Tears fill my eyes when I hear all the cries for the reason today

    And they don’t really know even what they’re talking about
    And I can’t imagine what empty heads can achieve

    Leave me alone don’t want your promises no more
    Cause rock n’ roll is my religion and my law
    Won’t ever change, may think it’s strange
    You can’t kill rock n’ roll, it’s here to stay

    Looking through eyes of time mirrors reflecting their stories untrue
    Promises promises, telling me all of my glories overdue
    How many times have I heard it before and I’ll probably hear it again
    King of a thousand knights, pawn in a table light losing to you

    And they don’t really know even what they’re talking about
    And I can’t imagine what empty heads can achieve

    Leave me alone don’t want your promises no more
    Cause rock n’ roll is my religion and my law
    Won’t ever change, may think it’s strange
    You can’t kill rock n’ roll, it’s here to stay

    Even the rhymes that they give me in times of confession ain’t true
    Outcome is obvious all for them none for us meaning you too
    The things they will do and the things they will say when they don’t really understand
    Fear of rejection I need their protection I’m making a stand

    And they don’t really know even what they’re talking about
    And I can’t imagine what empty heads can achieve

    Leave me alone don’t want your promises no more
    Cause rock n’ roll is my religion and my law
    Won’t ever change, may think it’s strange
    You can’t kill rock n’ roll, it’s here to stay

    (Ozzy Osbourne)

    Responder
  • Caio

    agosto 5, 2011

    ESSA DIRETORA É UMA IMBECIL MESMO,eu quando tinha 11 anos fui no primeiro dia de aula numa escola nova pra mim em Campinas o Rio Branco fui com uma peita linda do Iron Maiden preta do 2 Minutes to Midnight, ninguém falou nada, isso aí rock sempre vai andar junto com as polêmicas, não
    é pra qualquer um afinal eles falam que é só barulho, bom, mas vai exigir o que dessas pessoas que gostam de pop tipo Luan Santana, Restart, Justin Bieber e outros lixos? Grande garoto, começou bem demais e parabéns aos pais que foram perfeitos, ainda vão ganhar uma grana de indenização pra comprar um amplificador Marschal pra tocar BEM ALTO!!!!!!!

    Responder
  • Joao Paulo

    agosto 5, 2011

    Chama eu Marcelo, pra dar uma lição nessa diretorazinha =) O engraçado é que enquanto esse garoto, de 8 anos, curte um Rock saudável, aprende a tocar guitarra e é repreendido por uma ANTA, que diz ler a Bíblia e ctz não entende merda nenhuma do que está lendo. Crianças de 8 anos ouvem funk carioca falando e incentivando ao sexo, drogas, contrabando e a depravação da mulher, ninguém fala nada e acham normal. Depois rock é do “diabo”.

    Responder
    • Andressa Z.

      Andressa Z.

      agosto 5, 2011

      Concordo!

      Responder
    • Klári

      agosto 7, 2011

      Também concordo!
      Diretora totalmente bitolada com ideias nada louváveis ou prováveis de serem reais…
      O que essa Diretora trouxa fez foi tentar dar um trauma no menino!! Além de ela ter tentado privar o garoto do gosto dele! Isso que ela fez é contra a lei! Ela devia ser processada!!!!

      Responder

Deixe seu comentário